Jornal Brasa | Hino ao fogo baixo.
7120
home,page-template,page-template-blog-masonry,page-template-blog-masonry-php,page,page-id-7120,page-parent,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,columns-3,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
  • Tudo
  • BOUTIQUE
  • BRASA
  • BRASA FM
  • CONTENT
  • CULTURA
  • GASTRONOMIA
  • GUARÁ + ARTE
  • Moda Agora
  • MOOD
  • NATUREZA
  • SAÚDE
  • VITRINE

O meu nome é VALENTE, fui resgatado no dia 09 de Abril em uma noite chuvosa no meio da estrada. A minha mãe diz que para curar a dor, além do amor é a poesia....

Este curso pretende sugerir algumas das respostas a esta pergunta por meio de uma análise dos objetos, fenômenos e manifestações que povoam as territorialidades da Arte e da Moda ao longo da História....

Para nós, não foi acidente. Foi crime ambiental, social, cultural. ...

Boas vindas ao HORTA @brasahorta! Vem celebrar a natureza com a gente. Você é nosso convidado! ...

O ano que vem passou ontem lá em casa e disse que o futuro vai ser melhor. Disse que o presente é bom, que é também doído, que o passado pode ter sido ruim mas que também, certamente, foi bom. Que foi tudo uma mistura....

"O Universo é muito sacana. Aposto que ele joga a primeira versão do The Sims em um Windows 95 e mata os personagens na piscina; aposto que ele gosta de um cutuque na ferida e uma esquizofrenia na avenida às quatro da matina. Pro Seu...

"Que vamos todos envelhecer, não há dúvida, é um fato. Millôr Fernandes dizia: 'A infância não, a infância dura pouco. A juventude não, a juventude é passageira. A velhice sim. Quando um cara fica velho é pro resto da vida e cada dia fica mais...

"A cultura alimentar contemporânea está atrás de sua espontaneidade e de suas raízes, sintoma de uma crise de pertencimento. A comida pronta, além de suas deficiências de origem e cultivo, não diz nada sobre afeto e não nos conduz para narrativas coletivas ou individuais (...

"Antes, nunca havia orado. Nunca havia pedido nada a uma transcendentalidade fantasmagórica. Sempre tive horrores de falar sozinho. E, quando pensava como era falar com Deus, me imaginava meio desajeitado, olhando para cima, com olhar de criança teimosa. Meio, assim, envergonhado." ...